domingo, 19 de janeiro de 2014

Só Lembranças

E fica o ídolo na mente, sem jamais ficar ausente, embora a distância existente deste para o mundo permanente. Fica a saudade sentida, desde o dia da partida, quando em trágica ida, foi se o astro Davi. Que no humor, com maestria, fabricou tanta alegria, sabendo que riso é poesia, só fez a gente rir. Para comentar, que novidade? Se na dura realidade, somos fãs em orfandade, sem novas para assistir. Fica a torcida numa figa, pra que alguma alma amiga, poste o que tem aqui.

Entrevista no programa Cheque Mate

http://www.youtube.com/watch?v=qkhzLbHliB0&list=PLdfitSeIDBBDg19g3cloXFwloai-CzO8M

sábado, 8 de janeiro de 2011

Matéria do Diário de Natal

CLIQUE NA FOTO PRA LER A MATÉRIA


Eu assisti 3 edições da "Batalha dos Humoristas", quadro do Show do Tom, com o Espanta. E nessas 3 o Espanta foi o maior pontuador e responsável pelas vitórias de suas equipes. No entanto, o jornal errou ao se referir a esse quadro, como se fosse o II Festival de Piadas, também vencido pelo Espanta.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

4 anos sem Espanta!


No dia 25 do onze de dois mil e seis, o humor brasileiro amanhecia de luto. Perdera, no dia anterior, o melhor humorista em interpretações de piadas que o país já conhecera.

Vítima de um acidente de carro na BR-304, a 50 km de Mossoró, não deixou de frasear pelo fato de sempre correr muito nas pistas: "No dia em que eu sofrer um acidente, nem minha alma escapará!" - disse David Cunha Alves de Araújo.

As noites de humor em Fortaleza não são mais as mesmas. Hoje, a capital do humor conta com um reduzido número de humoristas talentosos e um 100 número de verdadeiros palhaços que sobem ao palco para enojar quem gosta da sexta arte (teatro) sendo bem tratada. Ir ao teatro para ver Espanta valia muito mais a pena do que ir pra ver uns 3 ou 5 humoristas cearenses, todos juntos, numa só noite.

Adamastor Pitaco já disse: "ele era tão bom no que fazia, que representava as minhas piadas melhor do que eu e, por causa disso, deixei de contá-las". E ontem, Lailtinho Brega fez coro: "Se Espanta pegasse uma piada de algum humorista, pronto, podia esquecer de contar aquela piada, porque ele contava a piada como ninguém, ele conseguia contar a piada de forma perfeita”.
E essa afirmativa dos dois é exata. João Cláudio Moreno é um notável humorista brasileiro, um dos melhores imitadores que esse país tem, consagradíssimo, mas foi contar justamente a piada que Espanta eternizou, a do Cabaré da Leyla. O resultado? Um desastre. Fuleragem, humorista famoso em Recife, contou a do cigarro, onde o "fresco" pede um cigarro no avião. Não contou tão desastrosamente, mas a inferioridade se fez presente.

Assim foi Espanta. Um homem-show. Um grande intérprete. Assim É Espanta: ainda hoje, o melhor de todos, pois enquanto não aparecer outro piadista melhor, Espanta continuará sendo, mesmo depois de falecido (morto ele só está para quem o esqueceu), o melhor intérprete brasileiro de piadas de todos os tempos.

Fontes: CORREIO DA TARDE
www.sneri.blog.br

terça-feira, 9 de novembro de 2010

OUTRO DVD do Espanta

É possível que o DVD do ESPANTA EM JAGUARIBE-CE, assim como o da LÍDER, se espalhe por todo o Brasil, a partir de um pequeno foco deste país: São Paulo.

Para isso, basta que a admiração que cada fã do Espanta tem por ele, e a valorização da arte faça-se real, faça-se valer.

E para que essa admiração faça-se valer, basta que um fã como o Fábio, de São José dos Campos-SP, mova-se um pouco, faça a sua parte de.

O Fábio, demonstrando ser um fã de verdade, além de sempre ajudar a divulgar a comunidade do Espanta no Orkut, participando dela, me enviou há algum tempo uma cópia do dvd com o tal show em Jaguaribe-CE, que tantos já ouviram falar, mas não conseguiram achar nas ruas, nem baixar pela internet.

Hoje eu posso dizer que ajudei um pouco esse dvd a ser divulgado, mostrando-o aos amigos, assistindo junto com outras pessoas, falando dele, enviando link's pela net pro mesmo ser baixado, utilizando o Correio, msn, vídeos do youtube, comunidade, blog, dando a quem pode divulgar o ESPANTA muito melhor que eu (como ao Sílvio, de Recife-PE, grande fã do Espanta), etcétera.

E também HOJE você pode assistir esse dvd, baixando-o pelos link's:
http://rapidshare.com/files/112520206/espanta1.wmv.html
http://rapidshare.com/files/112530167/espanta2.wmv.html
http://rapidshare.com/files/112544797/espanta3.wmv.html
http://rapidshare.com/files/112549190/espanta4.wmv.html

Dica: usar o JDownloader, pra facilitar os download's.

Quando tiver os shows em mãos, você também poderá ajudar a eternizar o Espanta.

Gostou deste blog? Envie-o a um outro admirador do Espanta. Obrigado.

Comunidade do Orkut:
DAVID CUNHA, O ETERNO ESPANTA
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1944244

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Depoimento de um amigo do Espanta III

Perguntei-o como era o Davi pessoalmente. Respondeu-me:

"Era excepcional como pessoa. Educadíssimo. Respeitador ao limite. Sorria muito.
Com tudo ele fazia uma piada. Era demais!" (João Maria de Lima, o Gordinho Mix, sonoplasta)

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Filosofias do Espanta


Espanta já afirmava que...

... De tão grande, a testa do priquito da mulher gaúcha merecia ter um cérebro atrás.

... "Casamento é como hemorróida: dá no cu de todo mundo."

... "Todo bêbado que se preze tem que ter o ticket de estudante: é a garantia do retorno pra casa".

... "É melhor fumar do que dar o boga. Porque fumando você mancha só os seus pulmões, mas dando o cu mancha o nome da família todinha."

... "Menino e peido você só aguenta o seu."

... "Sogra na casa da gente é igual a peixe fora da geladeira: se passar mais de um dia, desgraça o ambiente."

... "Podre é como lombriga, no dia que sai da merda, morre."

... Priquito é igual ao Osama Bin Laden: é barbudinho, vive escondido e todo mundo quer meter o pau.

... "Enterrar o cadáver da própria sogra é uma graça alcançada."


Aos que se irritam facilmente, mestre Espanta já dizia: "Não vamos esquentar o cu com rola fina."

terça-feira, 22 de junho de 2010

PERSONAGENS

[clique na foto p/ ampliar]



Conhecido pelos bares por seu codinome "Pudim de Cana, Mário Manguaça, além de ter sido ex-aluno da Escolinha do Professor Raimundo, é profundo conhecedor de histórias da comunidade que denomina "Atletas Halterovidrista"", ou seja, levantadores de copo de vidro...




Ou simplesmente Tio Chico, é um homem sertanejo que odeia mentiras e ama profundamente a poesia nordestina. Faz comentários políticos, mesmo sem compreendê-los...




Sebastiana Pereira da silva, ou simplesmente Bastinha, mulher puramente nordestina de sotaque carregado, saiu da frente de emergência para estudar em Londres. Filha natural de Jardim de Piranhas, interior do RN, nunca abriu mão do seu sotaque, crítica ferrenha ao idioma inglês ao qual se refere como seu dialeto.

Foi amiga de Lady Diana e dos Beatles, e quando voltou para o Brasil estreou seu programa de TV onde tinha um quadro de entrevistas, porém só aceitava entrevistar personalidades de peso.

Como todo brasileiro que se preza, transformou seu programa em cabide de empregos, colocando primeiro seu amante, que por sua vez é profundo apreciador de bebidas com mais de 40 graus de teor alcoólico. Em decorrência deste caso amoroso, trouxe seu velho Tio Chico Ernesto para dar-lhe maior sustentação como mulher de procedimento puramente familiar.

Fala sempre de sua comadre Tereza, referindo-se a mesma como pessoa ignorante cuja referida está sempre lhe fazendo passar vergonha.


ESPANTA



Espanta! Um "personagem", segundo o David Cunha. Na verdade, era "quase" o próprio Davi, sem maquiagens especiais, bem vestido, de terno e mandando ver com as piadas.
A diferença era porque o Espanta era um homem culto, um verdadeiro pesquisador. Que descobria algumas coisas engraçadas e passava adiante. Só fazia "pesquisa seríssima".
Como a saber quais os tipos de toletes existentes, qual o órgão mais sensível do corpo humano (descobriu o "CU"), etcétera.

Na opinião do humorista, Espanta era o melhor personagem e a melhor parte do show. E realmente era. Nos shows, a piada do pai-de-santo arrancava ainda mais gargalhadas que a da rapariga Helena (contada pelo Pudim de Cana).

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Humoristas falam sobre o Espanta




Mensagens digitadas nos dias seguintes à partida do grande mestre do humor:

Mensagem de Tom Cavalcante

Querido irmão Espanta,

ainda ecoa a gargalhada que soltei quando me contaste, na quarta-feira, dia da tua última gravação, onde mais uma vez roubaste a cena em que estavas, embarcando para gravar o programa, e a tua mulher, Lúcia, te chamou a atenção do porquê você está todo sorrisos para a atendente no aeroporto. E mais inconformada ainda, perguntou:
- O que ela tem que eu não tenho?
E você respondeu:
- Dezoito anos, minha filha!
Esse era você, um criador de histórias, um grande repentista do humor. Tenho me valido bastante do seu jeito espontâneo e moleque de fazer humor para alavancar a audiência do nosso Show do Tom.
Há muito te admiro. Estou anestesiado e perplexo com tão grave notícia. A ficha tá demorando a cair. Meu sentimento é de ligar agora pra Fortaleza e ouvir de você que tudo não passou de uma grande brincadeira. Estou confuso. Nem deu tempo de me despedir de você, pois naquela noite eu estava atrasado para um jantar. Estou me despedindo de você agora, sem acreditar em nada disso.
Espanta, meu irmão, tenho comigo dois grandes programas inéditos para exibir com você, nos próximos dias. E pensar que você não vai mais estar aqui conosco... Vai ser difícil de entender.
Hoje à noite, no programa, te presto uma homenagem simbólica. Sei que merecias um especial de carreira e de vida, mas foi o que eu pude fazer pra essa noite, amigo.
Quero externar meu mais profundo pesar a todos os seus familiares, amigos e à infinita legião de fãs a que me incluo.
Muito obrigado por todos os risos proporcionados, por todas as reflexões contidas no seu humor inteligente. Seu lugarzinho no Show do Tom ficará vazio para sempre.
Recebe direitinho, Senhor, o nosso Espanta. Ele foi digno e honrado.
Obrigado, David, do fundo do meu coração.

_____________ Tom Cavalcante





Declaração de Shaolim, em 27/11/06

Numa entrevista exclusiva, por telefone, ao CORREIO DA TARDE (Natal e Mossoró), o humorista Shaolin disse estar consternado com a morte de Espanta.

INDIMENSIONÁVEL

"Eu não sei nem dimensionar essa perda. Na quinta-feira nós jantamos lá em São Paulo depois de gravar dois programas do Show do Tom, que ainda serão exibidos. Tenho certeza que não só para mim, mas Tom Cavalcanti, Tiririca, Adamastor, que eram também amigos dele, estão muito tristes. Ele era a própria piada. Eu que tenho apenas seis anos de carreira, me inspirei muito na forma dele interpretar as piadas. Eu falei durante o jantar que ele era o verdadeiro humorista porque o palco dele ia além da casa de show. O palco dele era o mundo", disse, emocionado, Shaolin.

"ESPANTA FOI MEU PROFESSOR" (Shaolin)





Adamastor Pitaco, para o CORREIO DA TARDE, em 27/11/06

O humorista Adamastor Pitaco também disse que sentiu muito a perda de Espanta. Amigos desde 1992, Pitaco falou sobre o humorista que representava melhor do que ninguém as piadas.

"Ele contava piada 24 horas. Era o verdadeiro humorista. Estou bastante sentido com a morte dele. Soube da tragédia quando estava em Caruaru (PE), e dediquei meu show a ele e pedi ao público um minuto de aplausos. A gente já trabalhou juntos várias vezes, em João Pessoa, Natal e Mossoró. Ele era tão bom no que fazia, que representava as minhas piadas melhor do que eu e, por causa disso, deixei de contá-las", declarou Adamastor.





Minhas Considerações

Neste momento venho em nome do nosso humor cearense agradecer ao Rio Grande do Norte o presente que nos foi dado com a alegria do maior piadista que já tive o prazer de conhecer: ESPANTA.

Ele cumpriu sua jornada e nos deixou com aquele gostinho de "quero mais", o que de fato realiza um artista: O clamor de seu público!

Vai-se um de nossos ícones, ficam fãs lembrando-se de cada momento....
Aqui presto minha solidariedade a fãs e familiares....

Estamos de LUTO...
Saudades, Espanta!!!!


Obs.: minha admiração vem desde muito antes de eu me tornar humorista...


_____________ Marilac Futrica - René Duarte, em 25/11/06





Tive o Prazer

Eu, como humorista aqui do Ceará tive o enorme prazer de conhecê-lo e fazer shows com ele, admirava-o demais e ria muito, pois mais do que ninguém Espanta era natural, não precisava se esforçar pra fazer rir, era dom!

Saiba, "AMIGO É COISA PRA SE GUARDAR DEBAIXO DE SETE CHAVES, DENTRO DO CORAÇÃO".

E eu vou guardar-te, meu AMIGO!

Uma frase aqui deixo: INFELIZMENTE É UM HUMORISTA A MENOS QUE VAI DEIXAR DE "ESPANTAR" AS TRISTEZAS DESSE MUNDO.


_____________ Mixirico





Espanta, Saudades!

Oh! Pampante,

que dor me despedir de você assim, quanta falta nos fará de sua alegria, graça e suas tiradas às vezes tão incompreendidas por alguns.

Valeu! Pelos bons momentos, por dividir muitas vezes o palco contigo, por matar a gente de dar risada...

Lembro na volta de São Paulo que você quase mata a comissária de bordo de rir e ainda jogou seu charme! Vc era um galã, um bicho lindooooo!

Perdão por não poder ir me despedir pessoalmente, tô só o bagaço, mas Augusto (Bonequeiro) irá nos representar, tá?

Essas coisas de sucesso é uma merda! Às vezes, até o Pai nos pede uma data.

Tchau, Espanta, vc tá indo cedo!

Bjos da família brega


_____________ Lailtinho Brega, em 25/11/06




Eternamente Espanta!

Existem pessoas que vieram ao mundo para fazer parte dele, e outros que conseguem encantar o mundo com sua arte, seu bom humor e sua forma de derramar seus dons sobre a vida de seus admiradores... Assim foi e será eternamente o Espanta, David Cunha!

Amigo, meu amado irmão e parceiro.

Emocionado, parabenizo o blog pela homenagem ao Espanta!


_____________ Antônio Fernandes, a Skollástica, em 27/08/2010

terça-feira, 28 de julho de 2009

Depoimento de um amigo do Espanta II

Eu passei 5 anos da minha vida vendo o Espanta. Às vezes sexta, às vezes sábado, no camarim da Churrascaria Via Pizza em Fortaleza. Sou músico da casa há 10 anos e vi o nascimento dos shows de humor em churrascaria em Fortaleza.

Espanta contava-me piadas, que ele não contava no palco, e outras que ele fazia testes pra saber se era legal.

Lembro bem do dia de sua morte em que um cantor da casa (Alan) me ligou avisando que ele tinha sofrido um acidente. O Via Pizza sentiu muito e ainda hoje, nós, músicos, garçons e clientes sentimos a sua falta.

Pra mim foi o melhor humorista que eu já vi na minha vida, e olhe que eu já vi todos, e de conhecer e assistir shows na coxia do palco e dos bastidores, sabia quem era bom e quem era ruim, quem era duas caras e quem era mal caráter por trás dos personagens. Presenciei alguns bate-bocas de humoristas de renomes, alguns momentos triste de alguns que a platéia não recebia com bons olhos, mas te digo sem nenhuma dúvida: o Espanta era o mais querido de lá, e o mais humilde. Me tratava como um amigo e não um conhecido de palco.

Eu perdi as contas de quantos shows eu já abri pro Espanta! Tenho registro de shows ao vivo que eu gravava na época que só eu tenho. Já abri shows dele também na extinta Expresso 1500 na José Basto, antiga Mc Donald’s. Hoje ainda estou por lá e abro os shows para outros humoristas, mas nenhum fez eu ri como fazia o Espanta. Depois de já ter ouvido umas duzentas vezes a mesma piada, eu ri como se fosse a primeira!

_____________ Obrigado pela atenção. Lindelbecker

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Depoimento de um amigo do Espanta I

Perguntei-o se conheceu o Espanta.
Ele respondeu:

Taí a resposta mais prazerosa de todas!!! Conheci sim!! Eu fazia um trabalho social em hospitais em Fortaleza - CE e o conheci no Ceará Riso Fest!

O bom e velho amigo David Cunha também se apresentava em uma Churrascaria de um amigo meu: Churrascaria Gheller!! Todas as semanas nós (eu e amigos) assistíamos o show dele!! Por Incrível que pareça, nunca deixávamos de nos divertir! Já sabíamos todas as piadas...

Certa vez ele tirou uma comigo. Eu cheguei atrasado e fui entrando no meio do show. Ele mandou acender as luzes e disse:
- Esse gordo é foda! Chega no meio do meu show e ainda quer procurar lugar! Ele é tão sacana que quer tirar diploma de viado com "cu" dos outros!
Nem preciso dizer que até hoje me sacaneiam por isso!

Certa vez ele (não sei como conseguiu) jogou o pato de borracha (o da piada do padre e o pato) em cima do telhado da churrascaria e deu trabalho pra recuperar. Soube então que ele havia comprado o pato em Sampa e não achava outro igual (aquele já tava no osso, já meio rasgado!)

Quando ele não tinha outro show na mesma noite, ele sentava conosco e tombávamos umas garrafas de Red (ele era fã de Johnny Walker Red) e nós nos divertíamos com suas histórias e trejeitos de contá-las! Era Red pra dentro e risadas pra fora!!

Um ano depois estive no local onde ele se acidentou e conversei com a 1ª pessoa a chegar ao local que me disse que ele estava vivo, mas sem consciência... Não vou te dar detalhes, mas nosso amigo não merecia o fim que teve. Eu faço auditoria pra seguradoras, por isso tive acesso a detalhes precisos; cara, nunca deixe de usar um cinto de segurança!

A churrascaria Gheller nunca mais foi a mesma, há clientes que não vão mais lá por se lembrarem dele e não conseguem ficar no local!! Eu volto sempre que posso por lá, mas em cada canto há uma lembrança, uma história ou uma piada a ser lembrada!

Penso sempre em suas piadas, conto-as sempre.... Mantenho nosso amigo vivo na memória, conto as pessoas quem ele era.... Mais que um humorista. Um grande amigo!!!

Lembro sempre dele no camarote, se preparando pro show (risos)... Um dia o Gheller entrou no camarim e ele tava só de cuecas. Foi à conta! O Gheller disse que ele tinha "duas bandinhas de AS no lugar da bunda". Ele já adaptou no mesmo dia pro seu show!

Tudo ele criava, se divertia com tudo, nunca o vi uma só vez triste... Bom, penso que hoje ele esta em um palco iluminado por estrelas, com uma platéia seletiva, cheia de astros... Deve ter varias piadas censuradas... Ou adaptadas para o céu! (risos) Todavia, matamos as saudades com seus dvd's espalhados por aí...

Sim, eu o conheci e era meu amigo.

_____________ Saudações. Humberto Ibañez.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

De Chapeuzinho Vermelho




David Cunha era garoto-propaganda da casa de material de construção "Vale do Pará", de Natal-RN.

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Espanta no Wikipédia


David Cunha (18 de novembro de 1957 — 24 de novembro de 2006), mais conhecido como Espanta, foi um humorista brasileiro. Foi eleito pela Globo Sat um dos dois melhores humoristas do Brasil, em 1997, em um concurso com revelações do humor. Vencedor do Segundo Festival de Piadas do Show do Tom, também foi eleito o melhor humorista do Rio Grande do Norte, pela imprensa potiguar. Participou da Escolinha do Professor Raimundo e foi o maior vencedor da Batalha dos Humoristas, quadro do Show do Tom, pois sempre que participou foi o maior pontuador.


PERSONAGENS

No primeiro ano de carreira, em 1991, estreou na tv com o programa Bastinha Proceis, no Rio Grande do Norte, ficando ao ar por 1 ano e 7 meses. Espanta era apontado por muitos humoristas como o melhor intérprete de piadas do Brasil. Dentre esses humoristas, Marilac Futrica (Renê Duarte), Biba (Amadeu Maia) e Aurineide Camurupim (campeã de uma das edições do Festival de Piadas do Show do Tom). Todos esses, cearenses. Espanta era potiguar (RN). Seu personagem mais famoso foi o Pudim de Cana.


MORTE

Davi Cunha faleceu no auge de sua carreira profissional, dois dias após suas últimas gravações no Show do Tom, da Rede Record, onde assinou contrato e seria personagem definitivo do programa. Foi vítima de um acidente de carro, por volta das 17:00, a 40 quilômetros de Mossoró. Faria um show em Mossoró, à noite. Faleceu seis dias após completar 49 anos de idade. Três dias após seu primeiro show, realizado em Natal, foi entrevistado por Jô Soares.

Com o humorista Nairon Barreto, o famoso Zé Lezin, realizou show's juntos em Natal. Davi Cunha produziu, antes, cerca de 25 show's do Zé Lezin.

A última temporada vespertina da Escolinha do Professor Raimundo, de Chico Anísio, contou com a presença do bêbado Mário Manguaça (o Pudim de Cana). Foi por indicação de David Cunha que o "Zé Lezin" chegou à Escolinha.

Espanta fazia a maioria das suas apresentações no Ceará (estado onde morava) e no Rio Grande do Norte, mas em 2006, vinha fazendo uma média de quase um show por semana em São Paulo (capital) e faleceu antes de poder realizar os show's já agendados em capitais como Recife e Belo Horizonte.

Em todo o país, ficou muito mais famoso após a sua morte. No nordeste, norte e centro-oeste por causa de um vídeo pirata filmado no Centro de Convenções de Recife, num show fechado aos funcionários de uma empresa; e no restante do Brasil, devido aos seu vídeos no youtube e também a dvd's piratas.

domingo, 3 de agosto de 2008

Versos em Tributo ao Espanta




Um dos melhores do mundo ------------------- Com luminosidade
Você mostrou que seria ------------------------ Em seu senso de humor
E, agora, aí no Céu ----------------------------- Quis dar eternidade
Está causando euforia -------------------------- Ao seu nome que cravou
Nos Santos que querem ter -------------------- No seio dessa arte
Um bom lugar para ver ------------------------ Que a sua majestade
O grande "Rei da Alegria" --------------------- Mostrou que dominou!

Um beijo querido Espanta, -------------------- Personagens hilários,
No coco, bem na fulô! ------------------------ Causando gargalhadas.
Você foi embora cedo ------------------------- Muitas caras e bocas,
E saudades nos deixou ------------------------- Tiradas, palhaçadas...
Espero, um dia, encontrar ------------------- Espanta, humorista,
Você, quando aí chegar, ---------------------- Verdadeiro artista,
Juntinho a Nosso Senhor. --------------------- Mestre rei das piadas.


1º poema: Rosa Regis/ 2º poema: Igor Sampaio

domingo, 27 de julho de 2008

O melhor!!



_ Os shows do mito Espanta eram sensacionais. O mais mal-humorado dos humanos saia de dor no abdômen de tanto rir. "Mas valia a pena. Emagrecia um quilo", como diria o próprio mestre. "Lembro-me" de uma senhora (muito chata e mal-humorada, por sinal) que disse que não gostava tanto do David Cunha, porque ele era muito imoral. Mas o seu conceito de imoralidade se restringia a: "falar como as pessoas falam, falar palavrões", contar as piadas do modo mais hilário e REAL possível, e não a ser antipática como ela era. Uma cearense mal-humorada. Já viram isso!? Pois bem: fomos ao show do mestre e, no final, quando ele contou a piada do caboco neném, eu fiquei com muito medo. De duas coisas. A 1ª: que esta senhora passasse mal de tanto rir. A 2ª: que tivesse mesmo "baixando" um espírito no Davi. Eu não via mais o Davi, nem o Espanta. Eu estava assistindo um cômico pai-de-santo. Infelizmente, o único video disponível dessa piada (http://tinyurl.com/3bmynt) não ficou nem 30% tão bom quanto era ao vivo. Talvez o video do Festival da Globo Sat tenha ficado melhor, pois nesse festival com certeza a piada foi mais caprichada.

_ Era com essa história (comunidade: http://tinyurl.com/22suk7) que ele encerrava seus show's. Foi essa a mais importante da primeira fase de seu sucesso. A da segunda fase, a fase pós-morte, é a do imortalizado Cabaré da Leyla (http://tinyurl.com/yt2kfm) . Hoje em dia, um humorista piauiense se atreve a contá-la em seus show's. Sobretudo na hora d"o choro da puta", é um desastre (pelo menos pra quem viu a mesma piada ser contada pelo Espanta). Quem é esse humorista? É um excelente imitador, é um grande comediante; é, sem dúvidas, um dos melhores da atualidade. Outro dia, fui, em Pernambuco, a um show de vários humoristas; e um deles contou a do "fresco" no avião (http://tinyurl.com/3czmld) . Deu pena. E olhe que é um ótimo contador de piadas! Um detalhe: nenhum humorista contava essa piada (afirmo isso, mesmo sem "A" certeza). Não antes do Espanta imortalizá-la. Um conselho eu daria para os piadistas: façam como o Adamastor Pitaco fez: pare de contar as piadas que o Espanta deu vida. Segundo o próprio Pitaco, parou de contar, porque o mestre contava bem melhor.

_ Jamais vai existir um humorista tão bom. Em tão bom, leia-se também "tão bem desenhado para o humor". Sim, porque seu corpo sex appeal, com sua facilidade pra fazer caras & bocas ridiculamente hilárias, parecia ter sido projetado para fazer rir. Acho que Deus o deu o corpo e disse: "arrancarás gargalhadas", numa autoridade infalível. E ele ainda se meteu a ser mulherengo.

_ Poderia ser incomum achar que um excelente, que um maravilhoso imitador de vozes e pessoas possa ser mais cômico que o melhor dos piadistas. Enquanto um mestre da comédia imita alguém famoso ou faz um personagem, Espanta vivia uma piada inteira. Na verdade, era como se nem interpretasse as piadas, e sim mostrasse as cenas, enquanto narrava-as. Enquanto o mestre não precisava se inspirar em imitadores, porque suas piadas bastavam, vários imitadores se inspiram em seu modo de contar as histórias. Porque são possuidores de um ótimo dom, mas restrito. Nas piadas, o verdadeiro intérprete tem que imitar cada personagem. Não é um dom restrito. Não para os melhores. Se não imita verdadeiramente os timbres, modifica um pouco a própria voz para cada personagem das piadas; algo que não se pode considerar uma imitação de voz, como fazem outros com os personagens da vida real. Espanta, dono de um timbre único, voz grossa, até mesmo "meio diferente" na opinião de muitos quando o ouviram pela primeira vez, imitava com excelência os famosos "tipos" das piadas: a prostituta, o louco (ou "doidim"), o padre, a criança, a bicha, o velho, a sogra, o bruto, o bêbado, etc ("em etcétera", pode-se incluir animais como jumento, pessoas como gringos e por aí vai!).

_ É, ALGUNS fãs do Chico Anýsio (gênio do humor e um dos melhores atores que esse país possui) que me perdoem, mas enquanto este criou uns 400 personagens, o Espanta também interpretou inúmeros, com maestria, nas várias piadas contadas ao longo da carreira, o que leva ao ridículo dizerem que não se compara um ao outro, num claramente ignorante menosprezo ao trabalho do David. Acabo de citar aqui fatos e capacidades de um e de outro, mas não comparei-os. Apenas critiquei dizer que não dá pra compará-los por haver disparidade por parte do Chico. Sempre amei o humor antes de tudo (o que sei que não credencia a minha opinião), mas prefiro o Espanta.

Um ótimo show de piadas é sempre melhor que um de imitação. Será que alguém iria preferir ver o Pedro Manso ou o Shaolim imitando o Faustão, o Leonardo e vários outros famosos ao invés de ver um piadista como o Zé Lezin contando suas clássicas piadas? Pode até ser, gosto é como o celular (prefiro "celular", neste ditado, a cu): cada um tem o seu. Ops! Cometi uma "imoralidade", como diria a sra. antipática do começo do texto!

_ Dos imitadores e dos criadores de personagens, não sei qual o melhor humorista. São tantos... Porém, sem querer ser o "dono-da-verdade", QUE O ESPANTA FOI O MELHOR INTÉRPRETE DE PIADAS (o que é diferente de "contador" de piadas), ISSO É INDISCUTÍVEL. Pelo menos, recomendo que ninguém perca tempo discutindo isso com quem achar o contrário. Ria. Limite-se a isso. Como dizia o antigo nome de sua (da dele!) comunidade no orkut: "MELHOR QUE O ESPANTA? KKKKKKKK"

ESTE TEXTO LOGO SERÁ REVISADO.

De Ronaldinho Gaúcho


Alegria no Céu



Humorista sapeca, inteligente,
Condutor de hilários personagens,
Enfrentou os espantos das viagens,
Espantando a tristeza dessa gente.
Mas não pôde espantar o acidente
Quem relembra esse fato ainda contesta.
Quando morre um artista o show não presta.
David Cunha, não ligue se eu chorar
Nenhum anjo no céu vai se espantar
Quando Espanta chegar fazendo a festa!

[Onildo Barbosa]

sábado, 17 de novembro de 2007

HOMENAGENS

O DJ recifense e fã do ESPANTA, ADIEL, fez duas emocionantes homenagens, em funk!

OUÇA E BAIXE:
http://www.4shared.com/file/50097989/3709dffa/Espanta_-_Funk_Tributo_ao_Davi.html (DJ ADIEL)

http://www.4shared.com/file/50099905/16b96eea/Espanta_-_Funk_Tributo_ao_Davi.html (DJ ADIEL)
(copie e cole no navegador)

***

O Fã Eric Santos, de Natal, fez essse tributo e pôs no youtube, poucas horas após a morte do DAVI CUNHA, por acidente de carro:
tinyurl.com/29c2c4
(copie e cole no navegador)

***

Tom Cavalcanti, por sua vez, além de uma pequena e simbólica homenagem em seu programa humorístico Show do Tom, na Rede Record, e de ter dedicado um show ao Espanta, escreveu uma mensagem que você poderá ler neste tópico da comunidade do orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=1944244&tid=5219513556940212517
(copie e cole no navegador)

***

A comediante do Zorra Total, Fabiana Karla, dedicou ao David Cunha um show que fez em Natal, em 2006.

***

O show Tributo Ao Espanta, com humorista nordestinos, já percorreu as cidades: Natal (RN), Fortaleza (CE), Mossoró (RN) e Manaus (AM).

***

O humorista Zé Cavalcanti, o Casaca de Couro, fez essa homenagem em vídeo ao mestre Espanta: http://www.youtube.com/watch?v=lWZFX87t1Zs Poema recitado: PALHAÇO
Parabéns, Zé Cavalcanti!!!

***

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo, inaugurou no dia 12/11/08 a praça David Cunha, no Conjunto Brasil Novo, na Zona Norte da cidade.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

DAVID CUNHA & PUDIM DE CANA



18/11/57 *** 24/11/06

Ele se foi, mas o show não acabou. Só foi transferido para o céu, onde agora todos os anjos é que vão desfrutar de sua alegria e irreverência.

O REPENTISTA DO HUMOR

Humor é vida!

Ou arte de imitar (ou criar!) o lado cômico dela. E o David Cunha fez isso com maestria, pois não era apenas um criador de personagens e tipos em cada piada que contava, que eram responsavelmente bem trabalhadas em treinos e no dia-a-dia. Era expert em improviso também, apesar de pouco utilizar-se disso nos show's, pois o que escolheu para fazer foram as reproduções das piadas que só aconteceram nas mentes férteis dos seus eternamente desconhecidos autores. Mas a cada oportunidade de improviso, a cada brincadeira ou pedido vindo da platéia, o dom do repente humorístico se fazia evidente.
Certa vez, David recebia fãs em um camarim. Um deles solicitou-lhe uma foto, que um amigo tiraria de um moderno aparelho. "Espanta" não perdeu tempo:
- Hoje em dia, todo viado tem um celular com câmera, né? [na época ainda não era tão comum esses aparelhos]
Já outra ocasião foi narrada pelo próprio Davi a um fã, mais conhecido por Tom Cavalcanti: havia feito uma brincadeira com uma aeromoça, que deixou com ciúme sua esposa, fazendo-a reclamar:
- O que ela tem que eu não tenho? - perguntou, indignada. E ouviu a resposta do "repentista do humor", como já foi chamado pelo próprio Tom Cavalcante:
- Dezoito anos, minha filha!
São inúmeros os "casos de humor" que contam a maioria dos que estiveram, mesmo que por alguns minutos, com esse "humorista-24-horas". Que tanto brincava com a sua (a dele!) própria aparência pouco elogiada para fabricar ainda mais gargalhadas. Ora, se o artista levava-se na brincadeira quanto ao físico, assim deveriam ser os seus fãs:
- Minha filha, você é muito bonita, viu? - disse o artista, com seu gosto refinado.
- Brigada... - respondeu a fã, sorrindo [infelizmente, acho que ela não pôde dizer o mesmo].
- Mas eu vou dizer uma coisa: não tem nem perigo d'a gente pegar AIDS um dia!
- Por quê!?
- É que a gente é tão magro que nem o vírus vai querer comer!
Como diria o próprio autor dessa tirada única, que só mesmo alguém do seu porte poderia pensar:
"Bateu pesado, bateu pesado!". Mas a fã confessou que, apesar da grande vergonha que passou, ADOROU!
Mas nem só casos engraçados podia-se extrair dessas conversas! Nosso humorista revelou a uma fã, que, por sua vez, me contou, que uma vez enviou fitas VHS para o Renato Aragão, pedindo-o uma oportunidade. Não recebeu resposta. Mas pôde assistir de sua casa as cenas que o "Didi" fez com o video que tomou como presente!! Não é preciso dizer que, assim, com esse famoso humorista cearense, as piadas perderam 90% da graça.
Hoje, quem perdeu muito a graça foi o próprio humor. Sem a vida do "Espanta"!

SAUDADE




Essa palavra saudade
Conheço desde criança
Saudade de amor ausente
Não é saudade, é lembrança
Saudade só é saudade
Quando morre a esperança

(Pinto do Monteiro)